“DA ONDE ESTOU PARA ONDE VOU” – A MATURIDADE EM GP